Rádio Veredas FM 98.1
Publicidade
Publicidade
Brazlândia/DF
Min.
Máx.
Sistema Corumbá IV está 75% pronto e deve ser entregue em dezembro
18/07/2018

Obra para captação de água atenderá a moradores do DF e de Goiás

Após atrasos, paralisações e denúncias de sobrepreço, as obras no Sistema Corumbá IV estão mais perto da conclusão. Principal aposta para reduzir o problema da crise hídrica, o empreendimento foi visitado na manhã desta terça-feira (17) pelos governos do DF e de Goiás. Com  75% das obras concluídas até o momento, a previsão é de que tudo esteja terminado em dezembro deste ano.

“Esse é um grande legado que vamos deixar para as futuras gerações. Essa obra resolverá por muitos anos o problema de abastecimento de água do Distrito Federal e da região do Entorno Sul da capital”, disse o governador Rodrigo Rollemberg durante vistoria no local. Ele estima que o empreendimento proporcione estabilidade hídrica para, no mínimo, 20 anos.

Na primeira fase, serão liberados 2.800 l/s para abastecimento, etapa que beneficiará 600 mil pessoas. Já na segunda fase, que ocorrerá no ano que vem, a litragem chegará a 5.600 l/s dividida para o DF e Goiás.  De acordo com Maurício Luduvice, presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Distrito Federal, assim que Corumbá IV estiver finalizada, a água chegará às casas da população. “A ideia é começar em dezembro. Tanto o bombeamento quanto tratamento e distribuição”, afirma.

Obras do sistema Corumbá IV. Foto: Ana Clara Arantes/Jornal de Brasília
Regiões beneficiadas

No DF, metade da água de Corumbá IV será distribuída entre as regiões de Águas Claras, Arniqueiras, Gama, Núcleo Bandeirante, Park Way, Recanto das Emas, Santa Maria e Taguatinga. A outra metade estará disponível para quatro municípios de Goiás. São eles Cidade Ocidental, Luziânia, Novo Gama, e Valparaíso. A intenção é estender as cidades beneficiadas.

O valor da obra é de R$ 550 milhões. Metade do valor é referente ao DF e a outra metade a Goiás.

Obra
A Companhia Saneamento de Goiás (Saneago) explica que a parte civil da captação já está pronta. A instalação das bombas deve ocorrer no fim deste mês, e a adutora está 100% concluída. “Dependemos das montagens eletromecânicas. Nosso desafio neste momento é a linha de transmissão para trazer energia para as bombas”, comenta o presidente da Saneago, Jalles Fontoura.

Fonte: Admin / Jornal de Brasilia
VOCÊ ESTÁ NO AR
12:00 as 14:00
Publicidade
Peça a sua música!
Envie seu Pedido Musical preenchendo todos os dados abaixo:
Atendimento
Endereço: - Brazlândia/DF
Ligue agora
(61) 3391-5353
Horário de atendimento
08:00 AS 18:00 HS